Um dia de pesadelo para a Teahouse

  • 19 de fevereiro de 2014
  • 12787x

Sabíamos que ia suscitar interesse, mas não tínhamos ideia de que iríamos ser arrastados por um tsunami. Foi o nosso erro. Duas semanas e meia depois, ainda estamos a recuperar. Como tudo isso aconteceu?

 

 

Voltemos atrás no tempo...

    • 9h00 da manhã

     

    É sexta-feira 31 de janeiro de 2014. O dia parece um dia como qualquer outro. Nesta última manhã de janeiro, os europeos vão acordando e ainda não há nenhum sinal de que a empresa britânica Teahouse Transport vai estar perto de afundar-se num tsunami de pedidos.

    Na realidade, há alguns sinais. Passámos estas duas últimas semanas preparando uma louca promoção chamada “1 pacote por 1 libra esterlina”. Nestes últimos dois dias, dormimos apenas meia hora no total e temos estado bem com o objetivo de acertar os últimos detalhes para que a campanha funcione corretamente.

     

    Tudo estará pronto dentro de pouco tempo. Estamos um pouco nervosos...

     

     

    • 1h18 da tarde

     

    A primeira onda de e-mail, os quais contêm os detalhes sobre a “sexta do massacre dos preços”, chega aos nossos clientes. Logo a seguir, publicamos um anúncio explosivo na nossa página Facebook sobre a promoção “1 pacote por 1 libra esterlina”.

     

    Poucas horas depois, em parte graças à nossa publicidade patrocinada, mais de 300 000 visitas são contabilizadas no nosso anúncio.

     

     

    • 2h00 da tarde

     

    O tsunami está a traçar o caminho até a empresa: os telefones estão sempre a tocar, e uma centena de e-mails estão chegando às nossas caixas de correio.

     

    A lei de conservação da quantidade de movimento diz que a quantidade de movimento de um sistema isolado conserva-se.

    A lei de conservação das campanhas publicitarias no Facebook diz que a viralidade da informação é inversamente proporcional ao preço pelo o qual os pacotes podem ser enviados a qualquer parte do mundo.

     

    No nosso caso, a viralidade era total.

     

     

    • 3h00 da tarde

     

    É óbvio que vai realmente ser um desastre. Recebemos um novo pedido na nossa página a cada poucos segundos. Não sabemos por onde começar, e a nossa rede começa a ficar sobrecarregada.

     

    Mas antes de que isso aconteça, os pedidos não param de chegar e, devido à sobrecarga, não conseguimos parar a promoção.

     

    Para que tenham uma idea: entre as três e as cinco da tarde, a nossa página teahousetransport.com foi visitada 17 vezes mais (34 000 visitas por hora) do que durante a hora de maior pico de um dia de trabalho habitual (mais ou menos 2000 visitas).

     

    Sim, devíamos ter-nos preparado melhor. Agora, já sabemos.



    • 4h10 da tarde

     

    Finalmente, conseguimos parar a promoção, e recebemos uns aplausos bem merecidos, tanto no Facebook como na nossa caixa de correio. Veja aqui um deles, por diversão:

     

    Isto foi realmente um esquema estúpido. Enviar esse tipo de e-mail depois de a promoção já ter começado, quando a maior parte das pessoas não tem tempo para reagir, e ainda por cima uma sexta-feira! Tenho a certeza de que esse e-mail lixou mais os clientes do que agradou.”

     

    No grupo Facebook Checos e eslovacos no Reino Unido, pessoas escreveram comentários ainda mais mordazes. Os mais agressivos foram suprimidos pelo administrador da página devido à vulgaridade.

     

    Algumas outras pessoas pensaram que, depois de termos anunciado o evento, bloqueámos diretamente e intencionalmente o acesso à nossa página para impedir que as pessoas participassem.

    Mas nada é preto ou branco. Também recebemos muitos elogios entusiastas por parte de alguns clientes (falando a sério agora). Estamos gratos por esses comentários.

     

    Qual é então o resultado atual?

     

    Bem... Por favor, acredite que não queríamos irritar os nossos clientes, e não enganámos ninguém.

     

    Queríamos oferecer uma promoção nunca antes feita (pelo menos no que toca ao envio de pacotes).

    E sobre ninguém poder fazer pedidos na Teahouse Transport através da nossa página... É verdade que muitos não conseguiram.

     

    No entanto, outros muitos sim, conseguiram. Muitos pacotes foram enviados (a diferentes partes do mundo) por um total de 7000 libras esterlinas, valor que pagamos essa sexta-feira 31 de janeiro.

     

    Não podemos dar-nos ao luxo de fazer esse tipo de promoção num futuro próximo.

     

    No entanto, continuaremos a propor actividades promocionais como essa, mas com descontos mais pequenos. Desta forma, a promoção poderá durar mais tempo e toda a gente poderá participar.

     

    Fique atento!

     

     

    Jaroslav Šedivý

     

    (ainda) Diretor Executivo de Teahouse Transport

Comentários